No Japão, os mercados de antiguidades e velharias têm lugar no perímetro de templos e são bastante frequentados, mesmo por grandes coleccionadores e marchants japoneses. Nestes mercados é possível encontrar verdadeiras pechinchas, como kimonos antigos, e tornam-se cada vez mais apelativos para os jovens – não só pela tendência dos artigos vintage e retro, mas pelo facto de estes mercados serem pólos culturais.

Interpass - Mercado Kitano

Um dos templos mais importantes do Japão é o de Kitano Tenmangu, dedicado a Sugawara Michizane, um erudito e político japonês do século X que ficou associado à divindade da educação. Daí que este templo seja muito frequentado por estudantes, sobretudo em época de exames.

Interpass - Mercado Kitano

É no jardim do templo e nas ruas que o ladeiam que se realiza um dos mercados de antiguidades e velharias de Quioto. Todos os meses, no dia 25, centenas de vendedores negociam plantas, antiguidades, ferramentas, brinquedos e quinquilharias. Há ainda as bancas de comida, onde é possível provar a típica “street food” japonesa, como os yakisoba, karraage e takoyaki.

Interpass - Mercado Kitano

Imagens © Direitos Reservados