Interpass O que tem mesmo de fazer no Santo António de Lisboa

Realizadas desde 1932, as Festas de Lisboa celebram-se durante todo o mês de junho tendo como inspiração Santo António, o santo padroeiro da cidade. O programa é diversificado e marcado por várias iniciativas de tradição popular que incluem marchas, arraiais e outros espetáculos de rua. Nesta que é a noite em que o povo sai para as ruas enfeitadas com arcos, balões e aromas de manjerico, apresentamos sugestões do que tem mesmo de fazer no Santo António de Lisboa:

Interpass O que tem mesmo de fazer no Santo António de Lisboa

Assistir às Marchas Populares

As marchas populares são símbolo máximo de tradições e um dos pontos altos dos Santos Populares, onde as gentes da cidade se juntam num reviver de memórias que junta gerações. Em Lisboa, as marchas de cada bairro desfilam pela Avenida da Liberdade, enchendo a rua de cor, música, foliões, figurantes e muito público vindo dos quatro cantos da cidade que se veste de gala para o momento mais esperado da noite. Tendo Vasco Santana e o emblemático filme A Canção de Lisboa como inspiração para a grande marcha, o desfile de 2018começa às 21h00 na rotunda do Marquês de Pombal e segue para a Praça dos Restauradores, prometendo um reavivar de vida e de uma alegria tipicamente lisboeta.

Interpass O que tem mesmo de fazer no Santo António de Lisboa

Visitar os arraiais da cidade

São vários os bailaricos e festas que invadem a cidade ao longo do mês de junho. Alfama, Bica, Graça, Mouraria e Madragoa são alguns dos bairros com os arraiais mais concorridos e aos quais se juntou em  2010 Vila Berta, considerada como uma pequena joia da capital. Dos mais antigos e tradicionais aos mais modernos, são muitos os apelos para comer uma sardinha no pão e beber uma cerveja fresca ao som de música popular.

Interpass O que tem mesmo de fazer no Santo António de Lisboa

Comprar um mangerico

Santo António rima com manjericos, esta pequena planta de cor verde, originária da Índia, utilizada noutras regiões do mundo como planta aromática e medicinal e cujo aroma nos transporta para as festas dos santos populares. Conhecida como a “erva dos namorados”, não há arraial que o dispense. Segundo a tradição, os namorados oferecem-no às namoradas como um voto ou um pedido. Além da planta, o vaso traz também um cravo feito em papel e uma pequena bandeira com um verso carregado de carinho e alusivo ao amor.

Interpass O que tem mesmo de fazer no Santo António de Lisboa

Ir à festa ‘Revenge of the 90’s’

Uma das novidades de 2018 para a noite de Santo António são as conhecidas e aclamadas festas que simbolizam o revivalismo dos anos 90 e que nos santos populares se misturam com sardinhas, arcos e balões, trazendo o melhor dos temas pop dos anos 90. A próxima ‘Revenge of The 90’s’ será então na noite de hoje e, ao contrário das edições anteriores, tem já localização conhecida: os Jardins do Campo Pequeno, das 15h00 às 4h00 de amanhã.

Das festas aos arraiais são várias as iniciativas de tradição popular. Consulte todo o programa e junte-se a esta grande comemoração lisboeta!

Imagens © Direitos Reservados