O Parque Natural da Ria Formosa é um conjunto de ilhotas e pequeninas penínsulas, de sapais, de lagunas e canais e de zonas de vasa que se estende ao longo de 60 km pela costa algarvia, desde o Ancão até Monte Gordo.

Interpass - Ria Formosa

© Direitos Reservados

A área foi classificada de interesse internacional em 1971 e o Parque foi constituído como área protegida em 1987. Habitualmente, a Ria Formosa é mais conhecida pelas belíssimas praias  das penínsulas e ilhotas, sendo mais visitada na época balnear, mas o Parque pode ser visitado durante todo o ano, dada a sua riqueza ambiental.

A Ria Formosa desempenha um papel fundamental para a vida selvagem, nomeadamente para as aves e mais em particular para as aves aquáticas e para as aves migradoras: para algumas espécies de aves aquáticas, é aqui que passam o Inverno, enquanto que para outras esta é a zona perfeita para nidificarem; para as aves migradoras, a Ria Formosa é o ponto de descanso e de reabastecimento até chegarem ao destino final, a milhares de quilómetros de distância.

Recomenda-se a visita ao Parque durante o Outono e o Inverno para observar-se aquelas aves, num espectáculo natural único.

Interpass - Ria Formosa

© Direitos Reservados

 Uma vez que o Parque insere-se nos concelhos de Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António, apresenta alguns pontos de interesse cultural como a Quinta do Ludo (Faro), o Chalet João Lúcio (Olhão), os Forte do Rato e Forte de São João da Barra (Tavira) ou o núcleo histórico de Cacela-a-Velha (Vila Real Santo António).