Apesar das maravilhosas paisagens que podemos encontrar no Butão, este não um país de triviais costumes: é ilegal comprar cigarros, o arroz é vermelho e tudo o que é picante, gastronomicamente falando, é bem-vindo. As profundas tradições budistas trazem, também, outras características agregadas, onde os homens vestem túnicas para irem trabalhar e a felicidade espiritual dos habitantes é mais importante do que qualquer riqueza monetária. Para todos os aventureiros que pensem em viajar até este pequeno paraíso dos Himalaias, há uma taxa de 200 dólares por dia que, apesar de transformar o Butão num dos países mais caros para se visitar, não obriga a itinerários específicos ou um número mínimo de pessoas. Entre o antigo e o moderno, o equilíbrio é perfeito e a identidade cultural mantém-se desde há milhares de anos. Aventure-se e deixe-se levar por este país magnífico e enigmático. Uma sugestão espiritual do Interpass Clube.

Interpass - Butão

© Direitos Reservados

Interpass - Butão

© Direitos Reservados