Interpass - De Tavira a Monte Gordo

É no sotavento algarvio, entre Tavira e Monte Gordo, que encontramos alguns dos mais belos tesouros do património natural e artístico do Algarve, como o Parque Natural da Ria Formosa. Sob o clima mediterrânico, a rota faz-se por paisagens caracterizadas ora por amendoeiras, figueiras, oliveiras, alfarrobeiras e figueiras-da-índia, ora por areias finas banhadas pelo mar tranquilo e salinas de puro branco. Um percurso singular que atravessa a serra, o barrocal e a orla do mar.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

A viagem por em Tavira, cidade que remonta aos Fenícios e cuja presença romana foi marcante, como comprova a ponte romana sobre o rio Gilão que até há alguns anos era a única passagem entre as duas margens na zona velha e histórica. Tavira foi sempre um porto importante, tanto para os povos antigos como para os portugueses: daqui saía o sal que abastecia todo o império romano e daqui partiu e aqui regressou a armada portuguesa que conquistou Ceuta em 1415.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

Caracterizada pelo manto branco dos edifícios, que confere uma luz única à cidade, Tavira sofreu três grandes terramotos (um deles o de 1755) e perdeu-se muito do seu legado. Todavia, a cidade em si é palco de belíssimos passeios e de recantos de influência árabe que vale a pena explorar. Destaque para a muralha fenícia e a ponte romana, o castelo e a Igreja matriz de Santa Maria do Castelo, o Convento das Bernardas.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

Antes de seguir viagem, não deixe de visitar a ilha de Tavira e as suas praias: praia do Barril, praia da ilha de Tavira, praia do Homem Nu e praia da Terra Estreita. Para além destas, a ilha é um ponto privilegiado para a observação e estudo de aves marinhas. Ao nível da estada, Tavira oferece vários tipos de acomodação, desde hotéis ao turismo rural.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

A próxima paragem é Santo Estêvão, uma pequena vila a caminho da serra que merece a visita pelo conjunto das suas cascatas, sendo a mais conhecida a do Pego do Inferno. Apesar dos seus escassos três metros, esta é considerada uma das mais curiosas do país. Da cascata forma-se uma lagoa de águas verdes azeitona, tonalidade conferida pela profundidade da lagoa e pela vegetação circundante. A beleza idílica da cascata e da lagoa originaram em tempos idos lendas que aumentam ainda mais o seu encanto.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

De Santo Estêvão a viagem prossegue de novo pela orla marítima, nomeadamente, por Luz de Tavira e Santa Luzia, pequenas vilas piscatórias situadas em plena Ria Formosa, cujas praias e natureza circundante proporcionam momentos de agradável descontracção. Em Luz de Tavira, sugerimos a visita à igreja matriz de Nossa Senhora da Luz de Tavira e à cidade romana de Balsa. Quanto a Santa Luzia, o encanto reside na povoação em si e na cozinha local e no seu afamado polvo. Em Santa Luzia poderá apanhar o ferry até à praia da Terra Estreita, na ilha de Tavira.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

De caminho para Monte Gordo, eis Conceição e Cabanas, duas povoações piscatórias praticamente coladas uma à outra, sendo apenas a segunda que faz borda com a ria e com o mar, possuindo uma ilha cujo extenso areal origina uma das mais tranquilas praias da região. Em Cabanas destaca-se o Forte de São João da Barra, ao qual a tradição popular atribui a defesa da costa de ataques piratas.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

Antes de chegar ao destino, imprescindível a estada em Cacela-a-Velha e a visita à aldeia de Santa Rita e à praia de Manta Rota. Pela tranquilidade e vista panorâmica sobre o mar, Cacela constitui o mais lindíssimo ponto de toda esta região. Erguida sobre muralhas, esta aldeia era já um importante porto para fenícios, romanos e muçulmanos, e o seu legado referencia-se no seu núcleo arquitectónico, um dos mais importantes conjuntos patrimoniais do Algarve: as casas, a fortaleza e a igreja renascentista. Lá em baixo, a sua ilha espera-nos. E se tudo isto não justificasse a estada, acrescente-lhe a gastronomia, onde o peixe fresco e as ostras são os pratos fortes.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

Na aldeia de Santa Rita, em zona de serra, sugerimos a visita ao túmulo megalítico, aos fornos de cal e à capela do século XVIII. As casas de traça típica, com as suas noras, conferem-lhe um encanto especial. Antiga aldeia piscatória, Manta Rota tornou-se conhecida como estância balnear pela qualidade das suas águas, calmas e quentes, e pela vegetação de dunas e sapais. À semelhança de outras cidades, vilas e aldeias de Portugal, também em Manta Rota encontramos vestígios da presença romana que denotam a sua importância.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

E tal como noutras localidades da Ria Formosa, também aqui a pesca constituiu o principal motor da economia, nomeadamente a pesca da baleia, do atum, da sardinha, do espadarte e a apanha de crustáceos e bivalves.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

Finalmente, chegados a Monte Gordo. Pertence ao concelho de Vila Real de Santo António, a antiga povoação de pescadores deu lugar a uma das cidades portuguesas mais conhecidas pelo cariz balnear. Uma praia extensa, de águas serenas e quentes, um pinhal convidativo e um clima temperado durante o ano, aos quais se junta a cozinha típica à base de peixe e de marisco, fazem de Monte Gordo o destino de eleição de turistas nacionais e estrangeiros.

Interpass - De Tavira a Monte Gordo

Aqui o lazer encontra as suas mais variadas facetas: a igreja de Nossa Senhora das Dores, os passeios pela Avenida Infante D. Henrique ou o casino. Monte Gordo oferece variada oferta a nível de unidades hoteleiras, das quais destacamos o Monte Gordo Hotel SPA.

Os encantos desta rota esperam por si. Para desfrutar em pleno de tudo, contacte-nos para delinear o seu plano de viagem – os melhores hotéis, os segredos de cada povoação, as festas locais e os restaurantes mais típicos.

Imagens © Direitos Reservados