Comecemos no coração de Madrid, na plaza Puerta del Sol, na qual encontrará facilmente a estátua Oso y el Madroño. Tire uma fotografia junto da mesma e continue o passeio até ao Teatro Real, ali mesmo ao lado do Palácio Real e da Catedral de Nuestra Señora de la Almudena, um conjunto de edifícios de um cariz arquitectónico majestoso e que não vai querer perder. A partir daqui, descubra a Plaza Mayor e saboreie um aperitivo numa das dezenas de esplanadas à disposição. À hora do almoço, aventure-se pelos restaurantes tradicionais do centro: La Bola, Casa Ciriaco, Casa Labra, La Taberna del Alarbadero, enfim. Em cada um deles encontrará especialidades gastronómicas que dificilmente esquecerá.

Mas não vale repetir — a diversidade de boa comida madrilena exige que se experimente de tudo um pouco. Os melhores museus do mundo chegam já depois do almoço, Museu do Prado, Museu Thyssen-Bornemisza e Museu de Arte Rainha Sofia. Depois disto, só mesmo um passeio pela Gran Vía com os seus edifícios históricos, alguns deles dedicados a musicais e cinema, a chamada “Broadway madrilena”. Acabe um dia num dos muitos restaurantes de tapas em boa companhia.

© Javier Campano