Washington, D.C.: o espelho de uma nação, a casa na qual o sonho americano se agiganta e dissipa simultaneamente. Localizada na costa Este dos Estados Unidos, a cidade é dividida em quatro quadrantes, fruto de um planeamento do território que iniciou em 1791. Para os mais curiosos que visitam Washington, D.C., são os monumentos que chamam mais atenção e reúnem filas à porta.

A Casa Branca, a Washington National Cathedral, o Thomas Jefferson Memorial, o United States Capitol, o Lincoln Memorial e o Vietnam Veterans Memorial são os seis edifícios dos dez mais conhecidos na cidade que foram considerados no rol de marcos arquitectónicos preferidos dos americanos.

Interpass - Washington DC

Para além destes, para os que se aventurem pelas redondezas da cidade, é possível encontrar estilos arquitectónicos ainda mais diversificados: gótico, romano, vitoriano, apalaçado e georgiano, entre outros. A Georgetown University, fundada em 1789, e o Ronald Reagan Building, talvez o maior edifício do distrito, misturam o estilo romano e um gótico revivalista que não passam despercebidos.

Interpass - Washington DC - GeorgetownUniversity

Em Washington, D.C., a proeminência das artes é levada em conta como se de uma referência nacional se tratasse. E podemos, até, afirmar isso mesmo. Entre alguns dos monumentos dedicados às artes performativas e plásticas, encontramos facilmente o John F. Kennedy Center for the Performing Arts, que compreende o Washington National Opera e o Washington Ballet. O Ford’s Theatre, o mediático local onde o presidente Abraham Lincoln foi assassinado, continua de portas abertas e a funcionar como museu e um auditório de espectáculos.

Interpass - Ford's Theatre

Imagens © Direitos Reservados